Avatar

E o mundo se tornará fêmea...

Peixes machos que produzem ovos em seus testículos, sapos cururus que se tornaram hermafroditas, crocodilos com pênis menores, tartarugas que originam ninhadas 90% femininas, estorninhos machos que cantam como fêmeas, ursos polares com pênis e vagina.

Não, isso não é a introdução de livro sobre má formação genética de animais.
Esses são os efeitos colaterais do uso de um grupo de substâncias apontadas por pesquisadores de vários lugares do mundo como sendo o APOCALIPSE DAS ESPÉCIES.
Você já ouviu falar em Conversores de Gênero, perturbadores endócrinos ou desreguladores endócrinos?
A grande maioria nunca ouviu falar.
Conversores de Gênero são substâncias químicas produzidas pelo homem capazes de alterar todo o metabolismo e danificar o aparelho sexual, em especial o masculino.
Peraí, não estou falando em algo especialmente criado para quem desejaria mudar de sexo. 
Estou falando de algo totalmente fora de controle.
Algo que está trazendo desastrosas conseqüências para a evolução, não só humana, bem como a animal e vegetal.
Uma espécie de feminização dos machos das espécies vertebradas.
O mundo caminhando para a total emasculação das espécies.
Os chamados "gender-benders", estão fazendo com que indivíduos masculinos de várias espécies tornem-se feminizados. Em alguns rios na Grã-Bretanha, até 50% das peixes machos estão produzindo em seus testículos, não só o esperma, mas ovos também. 
A poluição e o descontrole sobre o uso indiscriminado de substâncias danosas são os fatores de maior propagação desse mal.
Um dos grandes exemplos disso são as pílulas anticoncepcionais e demais métodos contraceptivos à base de hormônio.
Os hormônios contidos em métodos contraceptivos são secretados através da urina de seus usuários, entram na água, que é tratada e reaproveitada. Agora pasmem: nenhum método de tratamento ou purificação elimina os hormônios da água.
Logo, podemos concluir que ingerimos doses diárias de hormônios sexuais, sem ao menos termos conhecimento.
E esse novelo ainda é muito mais extenso.
Todos os vertebrados têm receptores hormonais semelhantes. 
Os mais minimalistas poderiam pensar: “Bom, deixa os animais pra lá. Eu não estou sendo atingido”.
Ledo engano.
Estudos mais aprofundados já mostram que a carga indesejada de hormônios pode ser, e é, transmitida para seres humanos através da nossa cadeia alimentar. Um simples filé de peixe pode ser encarado como uma potencial dose de hormônio sexual.
O alarme pode até ter disparado quando percebemos um aumento no número da população feminina, além do aumento nos índices de homossexualismo masculino.
A máxima “Tá faltando homem” já pode ser considerada um eufemismo. A coisa toda é muito séria.
Então não é de se espantar o fato de que nascem mais meninas do que meninos. 
Calcula-se que apenas nos EUA e Japão 250 mil crianças que teriam nascido meninos, acabaram por nascer meninas.
A problemática vai muito além do mero aumento da população feminina. Ela perpassa pela emasculação de toda a população masculina existente.
O maior pesadelo é que estes produtos químicos são encontrados em praticamente todo o mundo moderno, em itens de higiene pessoal, recipientes para alimentos, tubos médicos, brinquedos e muito mais. 
Pesquisas já tornaram possível a identificação dos principais Conversores de Gênero:
  • Ftalatos - A exposição a ftalatos pode levar à descida incompleta testicular em fetos, à contagem de espermatozoides reduzida, à atrofia testicular ou anormalidade estrutural e inflamação em recém-nascidos . Os ftalatos são encontrados em pisos de vinil, detergentes, plásticos automotivos, sabonete, shampoo, desodorantes, perfumes, spray de cabelo, esmaltes, sacos de plástico, embalagens de alimentos, mangueiras de jardim, brinquedos infláveis, bolsas de sangue e tubos médicos intravenosos.
  • Bisfenol A (BPA) - Um ingrediente comum em muitos plásticos, incluindo aqueles das garrafas de água reutilizáveis ​​e resinas que revestem algumas latas de alimentos e selantes dentários. Pode mudar o curso do desenvolvimento fetal de forma que aumenta o risco de câncer de mama. Plásticos de policarbonato contêm BPA.O mais alarmante: BPA tem sido detectado no sangue do cordão umbilical de recém-nascidos de 90 por cento de crianças testadas.
  • Ácido perfluorooctanóico (PFOA) - Encontrado em revestimentos de graxa e resistentes à água, como Teflon e Gore-Tex. É uma substância apontada como possivelmente cancerígena.
  • Metoxicloro e Vinclozin - Inseticida e fungicida, respectivamente. São responsáveis por causar alterações em camundongos machos nascidos em até quatro gerações seguintes após a exposição inicial.
  • Etoxilatos de nonilfenol (NPE) - conhecidos por serem uns dos mais potentes desreguladores endócrinos pois imitam o hormônio feminino, o estrogênio. Estes produtos químicos afetam a formação genética por ligar ou desligar certos genes, e interferir na forma como o sistema glandular funciona.Têm sido implicados como uma das razões por trás dos motivos que levaram algumas espécies marinhas a mudarem do gênero masculino para o feminino.
  • Hormônios de crescimento bovino - Comumente adicionados ao leite comercial têm sido implicados como um fator influenciador da adolescência precoce.
  • Produtos de soja - São carregados com substâncias semelhantes a hormônios, especialmente os femininos.
  • MSG - Um aditivo alimentar que tem sido associado a redução da fertilidade.
  • Flúor - Este produto químico tem sido associado a menores taxas de fertilidade, perturbações hormonais e baixa contagem de espermatozoides.

O que cada uma dessas substâncias tem em comum é que elas podem afetar você e sua família, atingindo desde o sistema endócrino até saúde reprodutiva.
As glândulas do sistema endócrino e os hormônios exercem influência sobre quase todas as células, órgãos e funções do seu corpo. Eles são fundamentais na regulação do seu humor, crescimento e desenvolvimento, nas funções dos tecidos, metabolismo, assim como na função sexual e nos processos reprodutivos.
Numerosos estudos na última década confirmam que os machos estão particularmente em risco quando expostos a esses produtos químicos, ocasionando: baixa motilidade e concentração do esperma, além de anomalias genitais.
Um estudo do Gender Centre, Organização Não Governamental que se dedica à causa LGBT, declarou que:



"Assumiu-se que o desenvolvimento embrionário é controlado por genes, mas os hormônios são as mensagens químicas essenciais em todo o corpo: com efeito de comutação, ligando e desligando genes"


Como os Conversores de Gênero afetam Bebês do sexo masculino

Quanto mais uma mulher grávida é exposta a níveis elevados de desreguladores endócrinos, especialmente ftalatos, maior o risco de seu filho ter genitais menores e descida testicular incompleta, prejudicando assim o desenvolvimento reprodutivo.
Acredita-se que os ftalatos têm estes efeitos adversos, porque eles reduzem a síntese de testosterona através da interferência com uma enzima necessária para produzir o hormônio masculino.
Em um estudo, mulheres que tiveram maiores concentrações de dois tipos de ftalatos (DEHP e DBP) também tiveram meninos que apresentaram qualidades mais femininas em sua personalidade.

Como reduzir sua exposição aos Conversores de Gênero

Embora as autoridades de vários países estejam restringido o uso de ftalatos em produtos infantis, e muitas das grandes redes varejistas, incluindo o Wal-Mart, Toys-R-Us, Lego, Evenflo e Gerber estejam extinguindo, voluntariamente, o uso dessas substâncias químicas em produtos e brinquedos, os chamados  "gender-benders" ainda são muito utilizados.
Você pode reduzir a sua exposição com algumas dicas que daremos a seguir. 
Vale ressaltar que elas são importantes para todos, mas especialmente prioritárias para mulheres grávidas ou em idade fértil:
  1. Tanto quanto possível, comprar e comer produtos e alimentos orgânicos para reduzir a sua exposição a pesticidas e fertilizantes. 
  2. Evite comer peixes criados em cativeiro. Eles são,muitas vezes, contaminados com EDC, PCB e mercúrio.
  3. Coma principalmente alimentos crus e frescos. Desta forma, você automaticamente evita aditivos alimentares artificiais de todos os tipos, incluindo os perigosos adoçantes artificiais, corantes alimentares e MSG. 
  4. Armazene seus alimentos e bebidas em vidro em vez de plástico, e evite o uso de filme plástico.
  5. Utilize apenas produtos de limpeza naturais em sua casa.
  6. Mudar para marcas naturais de produtos de higiene pessoal, como xampu, creme dental, desodorantes e cosméticos. Existe um guia bem completo, porém em inglês, para ajudar a encontrar produtos de cuidados pessoais que são livres de ftalatos e de outras substâncias químicas potencialmente perigosas. Click aqui para visualizar o guia. 
  7. Evite usar purificadores de ar, secador de folhas, amaciantes de tecidos ou fragrâncias sintéticas. 
  8. Substitua suas panelas de teflon por panelas de cerâmica ou vidro.
  9. Ao refazer a sua casa, procure alternativas "verdes", livres de toxinas, para substituição de revestimentos de pintura e piso de vinil. 
  10. Substitua sua cortina de chuveiro por portas de vidro.
Como você pode ver, os tais “Conversores de Gênero” estão nas embalagens de alimentos, cosméticos, talcos para bebê, brinquedos, pesticidas...
Isso sem falar nos alimentos propriamente ditos.
A magnânima Comissão Européia admitiu que das mais de 100 mil substâncias químicas a que somos expostos cotidianamente, 99% não são adequadamente reguladas, e, caiam duros agora, várias delas são classificadas como Perturbadores Endócrinos, por sua capacidade de interagir e interferir em hormônios sexuais, entre outros.
Uma coisa é certa: Se continuarmos seguindo essa mesma trilha, estaremos condenando não só a humanidade à extinção. Estaremos decretando o fim de todo o tipo de vida terrestre.

Thomas Hobbes




"O homem é o lobo do homem."
Thomas Hobbes*
*Filósofo inglês da Idade Moderna







Link para artigo sobre pesquisa dos Conversores de Gênero
http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2010/11/18/research-proves-genderbending-chemicals-affect-reproduction.aspx

Link para artigo sobre Ftalatos
http://www.ecycle.com.br/component/content/article/67/2183-ftalato-ftalatos-plastico-maleavel-rigido-brinquedos-copos-pvc-esmalte-brilho-fixacao-cometicos-quimicos-hidratante-spray-problemas-fertilidade-masculina-reproducao-feminina-cancer-figado-rins-.html

Link para Guia de Produtos de higiene pessoal livres de Conversores de Gênero
http://www.ewg.org/skindeep/

Link para artigo sobre Motilidade do esperma
http://www.tentantes.com.br/baixa-motilidade-de-espermatoizoides/

Link para artigo sobre anomalias sexuais encontradas em peixes no Rio Potomac nos EUA
http://news.nationalgeographic.com/news/2007/01/070122-sex-change.html

Link para artigo sobre como os pesticidas atuam como conversores de gênero
http://www.gendercentre.org.au/resources/polare-archive/archived-articles/pesticides-cause-gender-change.htm


0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
 
©2007 '' Por Elke di Barros