Avatar

Documentário desmascara mentiras da Ideologia de Gênero

Em junho passado, o documentarista David Kyle Foster lançou sua nova produção. O filme, que é uma verdadeira bomba contra a ideologia de gênero, relata histórias de ex-transgêneros. TranZformed: Finding Peace With Your God-Given Gender (“Transformados: encontrando a paz com o gênero que Deus lhe deu”) tem o roteiro assinado pelo próprio Foster e é dirigido por Karl Sutton.
O documentário, além de abordar a história da transgeneridade desde a antiguidade, apresenta quinze pessoas ex-transgêneros. Isso mesmo, você não leu errado. 15 pessoas que cruzaram a fronteira da ideologia de gênero e pagaram caro por suas escolhas. Além disso, o filme traz à luz uma boa dose de explicações sobre o que costumamos assistir na televisão e não percebemos nas entrelinhas.
Tendo pesquisado e ouvido os mais diversos casos e inúmeros relatos, David Foster, chegou a alarmante conclusão de que a maioria das pessoas transgêneras possuem pelo menos um traço em comum: quase todas, senão todas, foram vítimas de abuso sexual na infância.
“A mensagem do filme é a de que as pessoas são muito fragilizadas e precisam de muita ajuda”, disse David Foster. Ele acredita que o documentário possa ter um impacto positivo na vida de pessoas transgêneros, pois através das amargas experiências expostas, muitas ilusões sobre a mudança de sexo caem por terra.
No filme, Foster aborda ainda a alta taxa de suicídio entre pessoas com “disforia de gênero”, que chega a 40%. Ele explica que a tendência ao suicídio cai logo após a cirurgia, mas aumenta a partir do momento em que a pessoa começa a se arrepender.
“A cirurgia não conserta nada”, declara Foster. “Só torna tudo mais complicado e custa um dinheirão. Então a pessoa entra em depressão depois de uma euforia inicial por ter atingido seu objetivo”.
Já postamos aqui no Ideias Barbara´s um extenso artigo esclarecendo aos leitores o que realmente é ideologia de gênero, como ela surgiu e como vem perneando a sociedade pregando mentiras e mascarando-se sob os slogans de luta contra o preconceito e liberdade sexual. Click aqui e leia esse artigo.
É evidente a forma covarde que a mídia vem conduzindo a questão dos transexuais. A imprensa mundial, incluindo aí a brasileira, NUNCA divulga ou comenta sobre o outro lado da história, ou seja, os fatos e estatísticas do mundo real. 
Existem dados científicos provando que não há uma correlação entre mudança de sexo entre transexuais e diminuição da taxa de suicídio entre pessoas que possuem disforia de gênero. 
Uma pesquisa feita por mais de 100 estudos médicos internacionais sobre o período "pós-operatório" dos transexuais descobriu que quase 20% se arrepende da mudança e que não foi encontrada nenhuma evidência conclusiva que prove que a cirurgia de mudança de sexo melhora a vida dos transexuais.

A ousadia do produtor David Foster traz ao mundo uma visão clara e límpida de um lado oculto do movimento LGBT, mostra o poder da indústria da cirurgia de mudança de sexo e o submundo da cirurgia plástica, além de deixar exposta a falta de ética e escrúpulos de psicólogos e psiquiatras que manipulam e direcionam pacientes a seguirem um caminho de dor e sofrimento, apenas para tentarem comprovar suas esdruxulas teorias sexuais. 
Foster já produziu Such Were Some of You (2014), que relatou a história de 29 pessoas que se declaram ex-homossexuais, e How Do You Like Me Now? (2016), dirigido a parentes e amigos de pessoas homossexuais.

Confira abaixo o trailer de TranZformed



Links
Link para site do Documentário Trazformed
https://www.tranzformed.org/
Link para artigo de David Batty sobre eficácia da cirurgia de mudança de sexo
https://www.theguardian.com/society/2004/jul/30/health.mentalhealth

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
 
©2007 '' Por Elke di Barros