Avatar

O Sandeu Deletério

Essa coisa de significado das palavras pode ser muito engraçada.

Uma vez li um conto do Veríssimo e lá tinha uma palavrinha dessas, intrigante: defenestrar. De primeira nem parece que é português hjummmmmm... dói até o ouvido da gente. É tão Estranha que até o editor de texto do computador não a reconhece (bom, apesar de que o editor de texto não reconhece muita coisa! ahahahah). Mais afinal, o que é defenestrar? Defenestração é o ato de atirar algo por uma janela. Refere-se, contudo, mais especificamente ao ato de atirar pessoas de uma janela com a intenção de assassiná-las ou ao caso de suicídio. O termo provém da palavra latina para janela, fenestra.
A defenestração, no caso concreto da aplicação a pessoas, foi uma prática corrente no século XVII (embora já viesse do século anterior, tendo sido usada na matança de São Bartolomeu), nomeadamente na Guerra dos Trinta Anos. Ficou famoso o episódio das "Defenestrações de Praga" (1619), tendo os nobres protestantes da Boêmia invadido o castelo da capital e arremessando representantes do Governo Imperial pelas janelas. Este foi, a par da demolição de duas Igrejas Luteranas na Boêmia por parte das forças católicas do Sacro Império Romano-Germânico, um dos episódios determinantes na deflagração do conflito no continente.
Foi defenestrando idéias da minha cabeça que lembrei de outras palavras estranhas. Veja se você ouviu uma destas algum dia: aliá, capicua, palíndromo, deletério, tergiversar, recâmara, munganga, lundu, marafo, nubígeno, estrigar, aritmomancia, oomancia, ponxirão, urente, sandeu, onicofagia.
Agora vem o melhor: saber o que elas significam...
Aliá – Fêmea do elefante.
Capicua (origem catalã: "cap i cua", cabeça e cauda) é um número (ou conjunto de números) cujo reverso é ele próprio. O mesmo pode ser dito em relação a datas e as horas. É um tipo de Escrita constrangida. Ex: 121 – 222 - 323 - 424 - 525 - 626 - 727 - 828 - 929
Palíndromo é uma palavra, frase ou qualquer outra seqüência de unidades (como uma cadeia de DNA; Enzima de restrição) que tenha a propriedade de poder ser lida tanto da direita para a esquerda como da esquerda para a direita. Ex: Assam a massa, asa, ovo, ata...
Deletério - Venenoso; que ataca a saúde; nocivo, que corrompe.
Tergiversar - voltar às costas; usar de subterfúgios, de rodeios; buscar evasivas;
inventar desculpas.
Recâmara – Lugar oculto
Munganga – Careta ou palhaçada
Lundu - é um gênero musical contemporâneo e uma dança brasileira de natureza híbrida, criada a partir dos batuques dos escravos bantos trazidos ao Brasil de Angola e de ritmos portugueses.
Marafo – Aguardente, cachaça.
Nubígeno - é o que vem das nuvens;
Estrigar - é tornar macio, sedoso;
Aritmomancia - é adivinhação por meio de números;
Oomancia - é a adivinhação por meio de ovos;
Ponxirão - é o mesmo que mutirão;
Urente - é o que queima ou produz ardor;
Sandeu - é o mesmo que tolo, estúpido, idiota;
Onicofagia - é o nome que se dá ao vício de roer unhas.

Bom, agora você já sabe umas coisinhas a mais sobre nossa complicadinha língua portuguesa... só resta saber onde vai usar... ahahahhahaha



"Manejar sabiamente uma língua é praticar uma espécie de feitiçaria evocatória."

Charles Baudelaire

Avatar

Onde mora o coração...

Já pensou em ter que comprar um espelho em que ninguém tenha se admirado? Parece loucura mais em 2011 eu tive essa incumbência. Para quem? Bom, uma coisa dessas só pode ser para uma pessoa muito especial... minha avó. Pronto, falei! Agora você deve estar se perguntando por que ela queria um espelho assim... Bom essa parte eu não conto. Deixo em suspense...

Mas falando de fim de ano, 2011 foi um ano excelente (não foi melhor porque ainda não recebi o meu prêmio da Mega da virada ahahahahahhah).
Confesso que escrevo este texto faltando apenas 36 horas para 2012 e isso é meio apavorante.
Pensar que em algumas parcas horas o ano vira!
E com a virada as esperanças e sonhos de milhões de pessoas se renovam! (inclusive as minhas!)
Foi um ano de conquistas. De guerras as quais eu já me imaginava perdedora.
Um ano de aventuras, com direito a viagens repentinas e outras nem tanto.
Um ano de reencontros, em especial com amigas que a distância separou fisicamente, mas o coração manteve unidas (Carol Moura e Rita Badaró beijos especiais a vcs).
Um ano de fartura.
Um ano para entender onde realmente mora nossa riqueza, nosso coração. (Aqui vai a dica: Se vc nunca assistiu ao filme “Onde mora o coração” precisa urgentemente assistir!!!!!!!!!!!!!)
Um ano de gratidão. Sim, pois as dádivas merecem nosso eterno agradecimento. Foi um ano em que estes versos do Salmo 90 foram música em meus ouvidos:
“Não temerás os terrores da noite, nem a seta que voa de dia,
nem peste que se propaga nas trevas, nem mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita;
mas tu não serás atingido.
Somente com os teus olhos contemplarás e verás o castigo dos ímpios.”

Um ano para refletir e somar horizontes. Sim, pois tenho a mágica benção de amar o mesmo homem a 18 anos.
18 maravilhosos anos.
18 anos de vida e de sonhos.
18 anos em que nos fundimos em um só ser, um só sentimento, uma só alma.
A você Razão dedico todo o meu amor!!!
Então não é apenas hora de olhar 2011 e vê-lo como passado.
É hora de olharmos para o ano que vem chegando. Abrir nossos corações para as venturas que vamos saborear nos próximos 365, ou melhor, 366 dias pois, este é um ano bissexto.
Muita sorte e saúde a todos que caminharam comigo, com minha família e com o Ideias.
Afinal:

"Este ano quero paz no meu coração
Quem quiser ter um amigo
Que me dê a mão
O tempo passa
E com ele caminhamos todos juntos
Sem parar
Nossos passos pelo chão
Vão Ficar
Marcas do que se foi
Sonhos que vamos ter
Como todo dia nasce
Novo em cada amanhecer..." The Fevers

Que nossas estradas continuem mágicas, como se fossem de tijolos amarelos!
Feliz 2012!!!!
Milhões de bjs

Related Posts with Thumbnails
 
©2007 '' Por Elke di Barros