Avatar

Rompendo Grilhões


Já bati muito nessa tecla: Preconceito.
Etâ palavrinha mais presente em nosso cotidiano.
Está enraizado em nossos mais obscuros e secretos pensamentos.
Aliás, a idéia inicial contida na própria palavra já diz tudo.
Pre - Conceito nada mais é do que conceituarmos ou classificarmos, previamente, alguém ou alguma coisa. É o real pré-conceber algo.
Mas como se pode conceituar ou rotular alguém antes mesmo de determos conhecimentos sobre ele (a)?
A maioria das pessoas realmente não refleti sobre o porquê de ter preconceito sobre isso ou aquilo. Apenas reproduz mecanicamente algo que assimilou por osmose ou criação pessoal.
Somos verdadeiramente diferentes por termos tons de pele distintos? Ou por nascermos ricos ou pobres, normais ou deficientes, homens ou mulheres?
Ainda são muito poucos aqueles que se colocam no lugar do outro. Mas a vida é uma highway, sempre será. Se você já assistiu o maravilhoso À espera de um Milagre vai entender muito bem o que digo.
Tudo tem dois lados, o que não é pressuposto para que taxemos isso de bom ou aquilo de ruim. Isso certo ou aquilo errado.
Preconceituar, discriminar, nos torna falhos naquilo em deveríamos ser perfeitos: o amor ao próximo, ou melhor, o amor puramente essencial.
Na verdade, concordo com o que diz Paulo Coelho (mesmo que você o ache piegas não importa) no livro O Dom Supremo:

“O único mandamento é Amar.”

Quando amamos não desrespeitamos ou discriminamos ninguém.
Quando amamos o mundo e as pessoas a nossa volta tornam-se um só.
Quando amamos entendemos que o “Próximo”, aquele tão enfatizado nos ensinamentos Bíblicos como alguém que necessita de nós, pode não ser apenas aquele flagelado de Bangladesh. O “Próximo” pode ser literalmente quem está nesse exato momento, aí do seu ladinho, sofrendo em silêncio, arrastando pesadas, correntes invisíveis.
Vamos partir os elos que nos atam a estes paradigmas falidos da idéia preconcebida de preconceituar.
E com certeza a nossa vida terá uma outra conotação, um outro sentido.
Dedico este texto a minha linda amiga Paloma e seu fofo Ícaro.

15 comentários:

Paloma disse...

Vc é mesmo maravilhosa com as palavras!! Obrigada por esse texto tão lindo e cheio de verdades!!
Qndo olhamos com os olhos do caração as "diferenças" desaparecem... meu filho nasceu com Labio Leporino, é um dos seres humanos mais lindos que conheço... ele é privilegiado, pois é cersado de amor e respeito... mas tantos iguais a ele são descriminados, abandonados pela família, rotulados , maltratados... tudo pq tem uma aparencia diferente, uma voz estranha...
" É preciso enchergar com os olhos do coração, o exencial é invisível aos olhos"
Amo vc Bárbara... Vc é muito linda!!
Obrigada por suas palavras!!

Carlos disse...

Adorei o seu post. Eu tbm já escrevi um texto sobre isso , se tiver tempo dá uma passada la no meu blog para ler, acho que vale a pena.

"Vamos partir os elos que nos atam a estes paradigmas falidos da idéia preconcebida de preconceituar."

Adorei essa frase.

Parabéns pelo blog.
Abraço

Flávia Mitshuki disse...

Muito profundo. Sincero de coração.

Cristina Cicca disse...

Então, preconceito é isso mesmo. Gostei muito da sua definição. Temos que prestar mais atenção na grafia das palavras. Ela nos revela muita coisa.

Brenda disse...

Grilhões e preconceito, tudo haver.

Rafa disse...

Aew. . .

testo com muito conteudo . . .

gostei muito.! !

Lígia Moreira disse...

Muito tocante. Verdadeiro. Gostei.
Bjs

Cabeça disse...

Preconceito não leva a nada.
Barbara transmitiu a ideia na real.

Suzana disse...

Sua referência ao filme "À espera de um milagre" foi show de bola.

Francine disse...

Finalmente encontrei alguém que pensa o que eu penso. esssa história de próximo é muito complexa, as vezes faz a gente imaginar o próximo lá longe. Que dualidade!
Parabéns pelo post.

Duda disse...

Preconceito não tá com nada!
Tô contigo e não abro.
Valeu

Marco disse...

Preconceito...tô fora.
Valeu, Barbara ;)
Bjo

Mônica disse...

O que não presta a gente não leva no peito. Preconceito = fora!
Lindo Post!

Amanda - Oceanografa disse...

Que triste deve ser viver com o caoração carregado de preconceitos.
A idéia dos grilhões foi ótima.
PArabéns, Barbara.

Priscila disse...

Que bobeira isso de preconceito.
Vc falou tudo. Amei

Related Posts with Thumbnails
 
©2007 '' Por Elke di Barros