Avatar

Com a letra A

Começa sempre assim: um olhar, um gesto, algumas palavras ao acaso. Isso poderia ser o início de muita coisa. Mas falo, em especial, sobre o Amor.
Complexo e simples. Assim ele o é. Parafraseando a música dos Raimundo: “ Complicado e perfeitinho, você me apareceu...”
A experiência de vida agregada ao Amor é única, em especial, ao Amor Conjugal.
Chega a ser quase uma ciência ou uma arte, a convivência amorosa.
Amar implica em muitas coisas.
Falar de tudo seria longo e, ainda assim, capenga. Pois que, o Amor possui mais faces do que a mais intrincada das mandalas.

Uma das palavras chaves para o Amor é CEDER, haja visto que no Amor não há lugar para a tirania ou opressão.
Se ele penteia seus cabelos, você faz o prato dele na hora do almoço. O interessante é que: ele odeia creme de pentear e você acha chatíssimo o ritual na hora de arrumar o prato. Porém, o Amor é maior do que isso.

O Amor não precisa de grandes demonstrações. Necessita sim, ser alimentado de pequenas provas constantes.

Quando amamos não nos arrependemos daquilo que deixamos de fazer. Tudo fica em estado de graça.

Existem os que dizem que o Ódio é muito próximo do Amor.
ERRADO!!!

Não há lugar para os sentimentos negativos no coração de quem ama.

O Amor precisa de recompensa, troca, entrega.

Mas nunca devemos depositar totalmente a nossa felicidade no outro. O Amor sabe e ensina a encontrá-la dentro de si.

Romeu e Julieta, Tristão e Isolda, Abelardo e Heloísa, Hércules e Mégara...a lista é infindável. Histórias de Amor Imortal. Ficção ou não. A vida real é cheia de personagens como estes. Embalam os sonhos de milhões de seres em todo o mundo. Todos desejam encontrar um Amor assim. Uma busca frenética pela própria complementação.
Afinal, o Amor também é isso: completar-se.

É aprender a comer Mostarda ou tomar suco de Graviola. É uma troca.

Amar também é compreender. Acima de tudo, integral e pacientemente.

O Amor caminha sempre de mãos dadas com a paciência e a temperança.

Amar também é ter medo. Sim, isto mesmo. Medo de perder o que tens de mais precioso na vida. Quem ama teme. Mesmo que não seja evidente, que saibamos disfarçar a angústia desse medo, ele sempre está lá, encolhidinho, no fundo de nossos corações.

O Amor é posto à prova em todos os instantes de sua existência.

Todos os dias Deus nos coloca em situações para refletirmos. Não que Ele deseje o fim do Amor. Mas sim, porquê deseja seu crescimento e aperfeiçoamento, muito embora, em determinadas ocasiões, não saibamos ler os sinais. A mensagem é sempre a mesma: “Amar é a mais sublime coisa que existe!”

Quando amamos chegamos mais perto do divino.

O Amor não peca. Não existe pecado quando se ama.

Felizardo são aqueles que encontraram o Amor. Mas se você ainda na adentrou a este grupo, não se preocupe. Com certeza você há de entrar. Porém não esqueça nunca de fazer o prato ou pentear os cabelos.

Related Posts with Thumbnails
 
©2007 '' Por Elke di Barros